junho 21, 2012

O movimento do corpo





Se for ajudar-me levante, se for derrubar-me, sente-se
Estique as mãos para me abraçar, retraia-a se for para me esbofetear
Arregale os olhos para me ver chegar, feche-os se for se decepcionar
Não quero sua risada mais alta, mas quero sua gargalhada mais sincera

Corra o mais rápido que puder para me encontrar, ou espere se eu for passar
Acene com a cabeça se concordar, com aquele gesto que sempre quis te dar
Meça força comigo se ver que esvazio minha vida
Ou me solte ao perceber que a encho de sabedoria

Bata palmas, seja para espantar a solidão, seja para chamar minha atenção
Pule diversas vezes para eu ter ver de longe
Caminhe calmamente para que juntos possamos ver a beleza da vida
Movimente-se em minha direção, para que meu coração intensifique esta emoção.