dezembro 30, 2010

Feliz Ano Novo. Novo ou Velho?

Claro que não serei eu quem irá acabar com uma tradição que existe em nosso calendário ocidental que festeja a virada de determinado ciclo astrológico.
Minha idéia não é repudiar esta festa tão esperada por todos que mexe tanto com emoções e sentimento, como com um mercado de variedades desde comércio, gastronomia, hotéis, a lazer e festas religiosas das mais diversas.

A “virada de ano” normalmente vem acompanhada de um sentimento de esperança. Esperança de uma vida melhor, de melhores oportunidades, de melhores relacionamentos; quando não acompanhado de um sentimento de frustração do ano que se passou e a vontade de se apagar tudo aquilo que não deu certo.

Tais sentimentos são comuns para nós que tendemos a pensar um mundo de forma compartimentada, cíclica, fragmentada, como se pelo fato de comemorarmos determinada data, como aniversário ou um Ano Novo, isto de fato interferisse nos rumos de nossos destinos.

Fato é que não há nenhum tipo de interferência direta apenas pelo fato de celebrarmos a virada do dia 31/12 para 01/01 do ano seguinte.

Se temos alguma esperança esta esperança não pode se limitar apenas a esta data, ela precisa se perpetuar, precisa perdurar TODOS os dias do ano, para que consigamos colher os resultados no final de mais um ciclo.

Não podemos depositar nossas frustrações muito menos esperanças a este tipo de data, ela é boa sim, para festejarmos, mas não tem nenhuma relação com aquilo que almejamos e fazemos pela nossa vida. Se queremos uma vida melhor, um futuro melhor, uma esperança que se concretize, é preciso que façamos por onde todos os dias, lutando, planejando, se disciplinando, compartilhando, crescendo, buscando as melhores formas para que nosso caminho seja aplainado de forma profícua e contínua.

Desejo sim, um Feliz Ano Novo para todos, mas uma felicidade concreta, que não dependa de astros, de sorte, de ciclos lunares, de ondas do mar, orixás, muito menos do destino, mas um Ano Novo feliz porque você o busca a cada dia e comemora sempre que pode.

Estes são meus votos para você e sua família!
Fabiano Mina