maio 26, 2008

Saudosismo hoje e sempre!?

Sempre tendemos ao saudosismo, mesmo quando tentamos evitá-lo. Isto porque nossa tendência é fazer comparações entre o que vivemos hoje e o que vivenciamos no passado, e por incrível que pareça a maioria sempre encontrará melhores motivos no passado do que no presente, mesmo que o futuro ainda nos dê esperança.

Mas o motivo disto é que o mundo ao passar do tempo vai ignorando situações, momentos, comportamentos que até então eram mais voltados ao próprio ser humano como ser social, como ser comunicativo, como se interativo, e dando lugar a um etnocentrismo, egoísmo, individualismo sem proporções e sem desfecho, que invade a cada um de nós em nossas vidas, famílias, amigos, etc. O mundo passa, as coisas boas passam, mas a más parecem se perpetuar.

É por isso o que o discurso saudosista que ouvíamos de nossos tataravós, avós e pais é praticamente epidêmico e vira também nosso discurso.

Será que teremos que viver sempre uma vida admitindo que o passado sempre será melhor do que o presente e o futuro inevitavelmente será pior do que este presente? Bom... se esse tipo de determinismo é global, devemos fazer o máximo para que ele não seja individual – então façamos de nossas vidas o melhor que pudermos dela, mesmo que para isto recorramos ao nosso saudosismo para aplicá-lo no “hoje”.

Fabiano Mina