fevereiro 12, 2008

Quando somos úteis e inúteis, para os outros, e nós?

Já passou uma situação em que você foi de forma incrível um auxílio para alguém, uma voz amiga, um conforto no momento de angústia, uma luz no fim do túnel, e exatamente quando sua vida estava parecendo uma tempestade?
É aquela sensação estranha de ser útil para os outros, mas inútil para resolver os problemas da própria vida. O que dizer sobre isso?
Na verdade não é que somos inúteis para nós e apenas útil para os outros, o que acontece é que normalmente ouvimos a "voz da sabedoria" mais quando vem das outras pessoas do que quando vem de nós mesmos. Muitas coisas nós sabemos o que devemos fazer, temos a solução, até já passamos por situações iguais, mas dificilmente "acreditamos em nós mesmos", nos sentimos inúteis para nós, ao passo que - uma pessoa ao pedir nossa opinião, conseguimos dar soluções incríveis para os problemas dela, que inclusive muitos são iguais aos nossos.
Óbvio que muitas opiniões e sugestões advindas de outras pessoas sempre são bem vindas e nem tudo nós sabemos sozinhos, é sempre bom ouvir uma voz amiga, uma opinião sábia, mas ao mesmo tempo é importante ouvir a nós mesmos, parar e perceber que muitos problemas dos quais buscamos soluções nós já temos em nós mesmos, basta crer um pouco mais e ter mais auto-confiança. Sejamos úteis para os outros e para nós mesmos também.

Espero que eu tenha sido útil.

Fabiano Mina